segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

DEVANEIOS....MEUS!


DEVANEIOS....MEUS!



              Em minha loucura, tentei escrever algo bonito, com métrica e rima perfeita, onde pudesse dizer não aquilo que meus olhos viram, ou meus ouvidos tão somente escutaram...


           Queria poder expressar sentimentos que clamam em meu peito ante a realidade, triste linha do tempo, que se aflora aos meus sentidos...
                                     Mas não consegui...


             Meus olhos viram homens e mulheres, espectros maltrapilhos, a perambular pelas esquinas, e nos seus olhos, uma incerteza, uma tristeza, e uma dor que destrói meus sonhos e faz sangrar meu coração...

                        Meus ouvidos testemunharam o silêncio ensurdecedor de outros homens e mulheres bem vestidos, em seus conversíveis, que passam e nada vêem e nada sentem, diante das injustiças sociais, diante das lutas de classes, diante do crack, diante das mortes de inocentes, diante da violências nas cidades, diante de pessoas inertes, diante de uma justiça que finge ver...



Em meio a esses devaneios, ouço também o meu próprio silêncio: Ahhhhhhhhhh!! Maldita realidade que dia a dia, ajudei a construir! Pequeno tijolo assentado com a argamassa da omissão.

  Imagens se misturam em mim!
   Sensações e sons se mesclam, e nada formam...

Diante de mim caneta e papel...
E imerso nesse silêncio, não consigo expressar através de sons ou sinais o que sinto...

Assim, nada digo...!
   Nada escrevo...!
    Deixo que meus olhos falem aquilo que, imagino seus ouvidos já    sabem...

             Mas se de tudo não puderes ouvir os meus olhos, não feche os teus ante a realidade que a ti também se mostra!



13 comentários:

Analista Politico disse...

Os homens não podem ficar assentando tilojos em argamassas da omissão. Uma oração ao Criador do Universo é o suficiente para que possamos nos tornarmos melhores. Penso que não fazemos mais, não pelo não podermos, mas pelo o que perderíamos com o nosso "fazer".
Eu rogo a Deus pelos que são esqucidos pelas ruas da política, ou das injustiças sociais.
Perfeito tratamento das palavras. Conjulgando vermos que são lanças que transpassam nossa alma.

Rhea disse...

Nossa, que visão! Que bom seria que todos vissem da mesma maneira e que os governantes além de vê se esforçassem pra fazer algo a respeito de uma doença, que está virando uma epidemia no nosso estado.

tatiane rocha disse...

Parabéns são com atitudes como essa que nossa sociedade vai mudando aos poucos muito boa essa sua iniciativa continue postando adorei espero suas próximas publicações!

Rubensjor disse...

Essa é a realidade. Não adianta fecharmos os olhos, ou mesmo passarmos desapercebidos. Dessa forma estaremos contribuindo para a construção de uma barreira, onde assentamos os tijolos com a argamassa de nossa omissão. Parabéns pelo texto e pela opinião.

Cristiano Vaz disse...

Mt bom refletir em sábias palavras como estas. Poder expressar e saber colocar pensamentos em pauta é um dom de poucos... e que com esta sabedoria, o senhor possa fortalecer a vontade e esperança de um mundo melhor em muitos que ainda naum observaram o valor da vida..!

Eldineia disse...

Belíssimas palavras, precisamos de mais pessoas com visões parecidas, principalmente as autoridades que fingem estar tudo bem a tua volta. Parabéns Coronel Alves fica aqui um pouquinho da minha admiração não tão somente pelo profissiona, mas agora pelo ser humano que demonstra ser...

Blog da Selma disse...

Realmente são sábias palavras. Outro dia fizemos um programa na TBC em que discutimos o jetinho brasileiro e a parcela de culpa que cada um devia assumir, antes de começar a criticar. Não uma forma de dirrimir a culpa dos governantes, mas uma forma de tentar mudar a vida e o mundo a partir de nós mesmos.
Parabéns Coronel Alves!

Blog da Rosana disse...

Texto claro, maduro e real. Parabéns, Coronel Alves. A omissão é um de nossos maiores flagelos. Inquietar-se com ela é o que há de mais nobre. Obrigada por compartilhar sentimentos conosco. Abraço. Rosana Melo.

Coronel alves disse...

Rosana, não sei se diante das omissoēs nossas de cada dia, se me escandalizo, fico indignado! Sei apenas que no meio desse mix de sentimentos, precisamos fazer algo! Eu.,, principalmente!

widerley disse...

devaneios, mas realisticos,esperamos que de agora para frente possamos mudar essa realidade dura que criamos com as nossas omissões, muitas delas sem perceber o bem que podiamos fazer.mas há tempo para tudo,podemos reconstruir. e o sr está de parabens , o texto parece um disparador psíquico, nos faz pensar...

coronel alves disse...

Widerley...justamente isso...

Anônimo disse...

Somente um lider nato como vc ,pra pra expressar palavras tao poeticas de uma realidade tao dolorosa! parabes pela a titude e por nos mostra q somos parte dessa Sociedade doente ... q temos q sair do palco do comodismo e retira as vendas da indiferenças e atuar como personagem principal no palco sociedade e refazer nossa propria historia so assim teremos um a sociedade mais justa se cada um fazer seu papal ...PARABENS CORONEL ALVES, atitu como esta sua nos encoraja a tambem fazer a diferença.

albanete disse...

Somente um lider nato como vc ,pra pra expressar palavras tao poeticas de uma realidade tao dolorosa! parabes pela a titude e por nos mostra q somos parte dessa Sociedade doente ... q temos q sair do palco do comodismo e retira as vendas da indiferenças e atuar como personagem principal no palco sociedade e refazer nossa propria historia so assim teremos um a sociedade mais justa se cada um fazer seu papal ...PARABENS CORONEL ALVES, atitu como esta sua nos encoraja a tambem fazer a diferença.